SEJA BEM-VINDO AO MEU MAR DE EMOÇÕES...

quinta-feira, dezembro 27, 2007

AS QUATRO VELAS...


As quatro velas queimavam lentamente.
O ambiente estava tão silencioso que se podia ouvir o diálogo que mantinham.
A primeira disse: - eu sou a Paz!
Apesar de minha luz as pessoas não
Conseguem manter-me. Acho que vou me apagar.
E, diminuindo seu fogo bem rápido, se apagou totalmente.
Disse a segunda:- eu me chamo Fé!
Infelizmente sou muito supérflua. As pessoas não querem saber de Deus.
Não há nenhum sentido em permanecer acesa.
Ao terminar de falar, um vento passou, levemente, sobre ela e a apagou.
Rápida e triste a terceira vela se manifestou: - eu sou o Amor!
Não tenho forças para continuar acesa.
As pessoas me deixam de lado e não percebem o peso disto.
Se esquecem até daqueles que estão tão perto e as amam.
E, sem esperar, se apagou.
De repente...
Entrou uma criança e viu as três velas apagadas.
- O que é isto? Vocês deviam queimar-se e estarem acesas até o fim. E, dizendo isto, começou a chorar.
Então a quarta vela falou:- não tenhas medo menino,
enquanto eu tiver fogo podemos acender as outras velas,
Eu sou a Esperança!!
O menino com os olhos brilhantes, pegou a vela que restava...
E acendeu todas as outras...


QUE A VELA DA ESPERANÇA NUNCA SE APAGUE DENTRO DE NÓS...
“Milhares de velas podem ser acesas de uma única vela e a vida da vela não será encurtada. Felicidade nunca diminui ao ser compartilhada”
(Buda)


UM BOM ANO PARA TODOS!!

sexta-feira, dezembro 21, 2007

AMOR MATERNAL


Amor que antes de o ser, já o era
Primeiro que desejado, sentido
Nasceu das profundezas do ser
Hibernou no coração de mulher
Amor maior que o universo
Sem passado nem futuro temporal
Amor que gera amor
Fruto sublime de um sentir
Desejo de um viver e morrer
União perene de dois seres
Coração e mente em sintonia
Elevação comum sem o ser
Amor com cores de arco-íris
Sensibilidade de pétala de rosa
Olfacto de perfume deleitoso
Caminho nunca antes percorrido
Vaga ondulante que recebe e dá
Entrega-se na plenitude e se espraia
Amor de alegrias e tristezas
Numa vida que não termina
O sofrimento caldeia a sede
Em turbilhões de ansiedade
Ausência não representa perca
Significa apenas saudade
Amor que dizem ser sentimento
Entrelaça quem o deseja
Aumenta o elo sagrado
Desde dois ao infinito
Qual areia do deserto
Como fogo que queima a alma
Amor que adere suavemente
Macio como algodão em rama
Leve como plumas a esvoaçar
Forte como um abraço
Daqueles que querem amar
Olhando apenas o espaço
Amor que não tem palavras
Apenas gestos, afectos e olhares
Enlevo de um ser que se absorve
Que se esquece de si próprio
Estende as mãos e diz
Anda, contigo sou feliz

(Eduardo Santos)



Um poema que descreve muito bem o Amor de Mãe...
Como Mãe que sou, o meu obrigada, por tão belo poema...
Obrigada Deus por me permitires ser Mãe!

quarta-feira, dezembro 19, 2007

PALAVRAS SÁBIAS...


"Tudo aquilo que deseja
- todo o amor, alegria, abundância, prosperidade, sorte -
existe por aí, à espera que o agarre.
E deve sentir-se faminto de tudo isso.
Deve ser uma intenção.
E quando voçê se sente consumido por tudo o que deseja,
o Universo entrega-lhe todo e qualquer pormenor
daquilo que tem vindo a desejar.
Reconheça as coisas lindas e maravilhosas que existem
à sua volta, abençoe-as e louve-as.
E por outro lado, nas coisas que não funcionam actualmente
da forma que mais gostaria, não gaste a sua energia em
acusações ou queixas.
Abrace tudo o que deseja para conseguir mais nesse campo."
(Lisa Nichols)

AMOR
SORTE
ALEGRIA
ABUNDÂNCIA
PROSPERIDADE
É O QUE DESEJO
A TODOS NESTE NATAL...
-
-
-

sexta-feira, dezembro 14, 2007

Natais Passados...


"QUANDO RECORDAMOS OS NATAIS PASSADOS,
NORMALMENTE DESCOBRIMOS QUE FORAM AS COISAS MAIS SIMPLES
- E NÃO AS OCASIÕES GRANDIOSAS -
QUE NOS OFERECERAM O MAIOR BRILHO DE FELICIDADE."
(Benjamin Franklin)
Não podia estar mais de acordo e recordo com muito carinho
as bolachinhas de chocolate que a minha querida avó me comprava pela altura do Natal à uns
bons 30 anos atrás, tinham uma linda lata vermelha e chamavam-se "belinhas".
Coisas simples... Mas tão doces...

segunda-feira, dezembro 10, 2007

Estranho Jeito de Amar...


"...Quanta bobagem
Tudo o que se falou
Me olho no espelho
E já nem sei mais quem sou
Quanto talento
Pra discutir em vão
Será tão frágil
Nossa ligação
Não tem que ser assim
Tanto desencontro, mágoa e dor
Pra que que a gente tem que
Se arriscar
Então volta pra mim
Deixa o tempo curar
Esse estranho jeito de amar
Falsas promessas
Erros tão banais
Mas ninguém cede
Nem pensa em voltar atrás
Não tem que ser assim
Tanto desencontro, mágoa e dor
Pra que que a gente tem que
Se arriscar
Então volta pra mim
Deixa o tempo curar
Esse estranho jeito de amar
Esquece esse jogo
Não há vencedor
O mesmo roteiro
De sempre cansou
Vou te amando
E me frustrando
E sobrevivendo
Por um fio
Mas tô aqui
Sem desistir
Volta pra mim..."
(Sandy e Júnior)

sábado, dezembro 08, 2007

Se Tu Não Estás...


Se não estás perto de mim...
Sinto-me presa, numa teia de vontades
Será que algum caminho, me vai levar até ti...
Queria poder te dar
O meu amor, o céu e o mar...
Partir em busca, do que deixei fugir
...Dizer o quanto te quero
Sem em troca nada pedir...
Desenho momentos, cheia de saudades...
Com lapís de carvão,
Tudo fica pela metade
Se não estás perto de mim...
Ganhar ou perder
No Amor pouco importa...
Se não estás perto de mim,
Até sinto uma revolta...
Enquanto no meu peito,
o meu coração bater
podes ter a certeza,
que eu nunca te vou esquecer...
E sempre tua,
Eu quero ser!
Sem em troca nada pedir...

quinta-feira, dezembro 06, 2007

Universo de Sentimentos...


"Este Universo é um Universo de sentimentos.
Se voçê só acreditar numa coisa intelectualmente,
mas não tiver um sentimento por detrás,
não terá necessariamente poder suficiente
para manifestar o que quer na sua vida.
Tem de o sentir."

(Michael Bernard Beckwith)

segunda-feira, dezembro 03, 2007

Tenho Tanto Sentimento


Tenho tanto sentimento
Que é freqüente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.
Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.
Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

Fernando Pessoa

quinta-feira, novembro 29, 2007

SE CADA DIA...

"SE CADA DIA CAI,
DENTRO DE CADA NOITE,
HÁ UM POÇO ONDE A CLARIDADE ESTÁ PRESA.
HÁ QUE SENTAR-SE NA BEIRA DO POÇO,
À SOMBRA
E PESCAR A LUZ CAÍDA COM PACIÊNCIA."
Pablo Neruda

terça-feira, novembro 20, 2007

JOGO DA MEMÓRIA...


Quando a memória falha...
a pele não se esquece, do toque...
Quando a memória falha...
os lábios não esquecem, o sabor do desejo...
Quando a memória falha...
basta o perfume tão teu passar por mim
e logo sinto a cheiro da tua ausência...
Não importa onde, nem quando...
Neste jogo da memória,
a vida sempre arranja uma maneira
de eu lembrar...
O que o coração não esquece...

domingo, novembro 18, 2007

SENTIDOS...


Quando alguém especial nos olha

nós nos sentimos tocados...


Se pegamos na mão da pessoa

amada, nosso coração dispara

e nosso corpo entra em festa...


Há sons que fazem arrepiar o

nosso corpo.


Há medos que nos fazem tremer.
A pele é raiz cobrindo o corpo inteiro
.



A partir do momento em que o homem usa a linguagem para estabelecer uma relação viva com ele próprio ou com os seus semelhantes, a linguagem já não é um instrumento, não é um meio; é uma manifestação, uma revelação da nossa essência mais íntima e do laço psicológico que nos liga a nós próprios e aos nossos semelhantes.

sexta-feira, novembro 16, 2007

Sabedoria...



"A verdadeira confiança em nós próprios,
naqueles com quem nos relacionamos e na vida em geral
não nos vem do que possuímos ou construímos,
de cargos ou funções que desempenhamos,
prémios ou louvores que recebemos.
Mas apenas de nos darmos a nós próprios o direito
de não precisar de ser aquilo que já - ou ainda - não somos,
aceitando as limitações que daí resultam
e dando esse mesmo direito aos outros. "

(Maria José Costa Félix)
BOM FIM DE SEMANA A TODOS
E
FIQUEM BEM!!

quinta-feira, novembro 15, 2007

AQUI E AGORA...


"Os mais belos caminhos e as mais belas imagens
repousam silênciosamente no teu próprio ser.
Os mais belos momentos estão no Aqui e Agora,
onde poderás encontrar tua essência,
descansar o teu espírito e desfrutar
do amor que habita no teu coração!"

quarta-feira, novembro 14, 2007

A VIAGEM...

" Uma pessoa em harmonia
é aquela que sabe usar os ventos,
como força para se impulsionar,
usar as ilhas para o seu descanso na sua jornada,
apreciar o balanço das ondas, como elas devem ser.
E ao final da jornada,
abrir um sorriso e dizer: a viagem valeu a pena!"


(Chao Lung Wen)

terça-feira, novembro 13, 2007

PARA PENSAR...


A quantidade e o tipo de amor que se quer receber variam de pessoa para pessoa.
Alguns precisam ouvir as palavras "EU AMO-TE", todos os dias, ao passo que para outras estas palavras estão contidas num olhar, numa atitude, uma comunicação silênciosa; numa frase simples como: CUIDA-TE, OU, NÃO TE ESQUEÇAS DE...
As qualidades do amor, como RESPEITO, TERNURA, COMPROMISSO, CUIDADO, GENEROSIDADE e CONFIANÇA são consideradas banalidades e são esquecidas.
Muitos agem ainda como se acreditassem que a maior maravilha do amor consiste no seu efeito mágico de fazer as pessoas perderem o apetite ou sentir as pernas bambas. Enquanto que um simples telefonema ou e-mail inesperado dizendo a uma pessoa que estamos pensando nela pode determinar o estado de espírito de ambas por um dia inteiro. Um simples elogio pode ter o mesmo efeito. Não importa como o amor é expresso, o importante é que seja comunicado livre e constantemente. Quase todos nós começamos relacionamentos com um conjunto de expectativas à muito acumuladas, à espera da pessoa certa para realiza-las. Se a lista for longa e as exigências rígidas, a espera pode ser de uma vida inteira. O que nos atraí para outras pessoas geralmente são as qualidades que definem sua personalidade. Em vez de nos contentamos com sua singularidade, tentamos encaixa-las em pequenas categorias e esperamos que ajam de acordo com elas. Para evitar o desapontamento inevitável de expectativas malogradas, devemos esperar apenas de nós mesmos. Desse modo deixamos os outros livres para serem eles mesmos, enquanto nos entendemos e crescemos ao máximo do nosso potencial.

( Baseado no livro, "O PARAISO FICA PERTO" de Leo Buscaglia.)

segunda-feira, novembro 12, 2007

Quando...


Quando a luz do teu olhar

...vai ao encontro com o meu

Quando a minha pele sente

...o calor do corpo teu...

Quando os meus lábios

...ficam querendo os teus...

Então pode o Mundo parar de girar

...que eu nem vou notar...

Só sei que nasci para te Amar!!


Brisa do Mar

sexta-feira, novembro 09, 2007

O BLACK...

Este é o mais recente membro da família:
o Black !!
Com a casa nova e um assalto logo no primeiro mês
(no qual foi embora o portátil),
se já tinhamos vontade de ter um cãozinho,
essa vontade aumentou...
Quando andávamos à procura de um para adopção,
eis que uma Srª nossa conhecida diz ter um,
mas não podendo ficar com ele, ofereceu-nos,
embora lhe custa-se muito...
Foi um dia Super Feliz!
Ver a felicidade das minhas meninas com o Black...
(Nem vos digo nada!)
E ele, diga-se de passagem, correspondeu de imediato às brincadeiras.
É um rapazote muito asseado, esperto e brincalhão...
Em breve vai dominar aqui o terreno e os ladrões que se cuidem!!
Um beijinho a todos e Fiquem Bem!!

quarta-feira, novembro 07, 2007

"SE EU NÃO TE ENCONTRASSE"




Se eu não te encontrasse
Nem sentisse este amor
Eu jamais iria supor
Que a vida é o maior bem
Se eu jamais te visse
Desde o dia em que eu vi
Não veria que você
É o que faltava em mim
Onde há tanta falsidade
E terror no ar
Eu só vejo a verdade
Ao olhar
No seu olhar
E quero agradecer
Tantas coisas me fez ver
E o destino
Quis que eu te encontrasse

Se eu não te encontrasse
Nem sentisse este amor
Eu jamais iria supor
Que a vida é o maior bem
E eu quero agradecer
Tantas coisas me fez ver
E o destino
Quis que eu te encontrasse

O nosso amor tem grande emoção
E nos alegra o coração
O ódio e o medo tem poder destruidor
Só conduzem à inútil agressão
Mas ouça o coração que tem razão

Se eu não te encontrasse
Nem sentisse este amor
Eu jamais iria supor
Que a vida é o maior bem

O nosso amor tem grande emoção
E nos alegra o coração

O nosso amor tem grande emoção
E o medo só causa destruição

Mas ouça o coração que tem razão


(Jon Secada & Daniela Mercury)


PS: Amor esta musica parece que foi escrita para nós...

Amo-te!!

segunda-feira, novembro 05, 2007

Segunda - Feira...

Uma manhã perfeitamente normal,
uma rua perfeitamente normal.
O frio do Outono.
E, no entanto,
cada arbusto
está cheio de pérolas de luz.
O mundo surge radiante ao sol da manhã.
E tudo isto é Teu...
Que haja sempre, sempre,
um caminho por onde queiras ir,
alguma coisa que queiras fazer,
alguém que desejes encontrar...

Um dia feliz...

terça-feira, outubro 30, 2007

O Pássaro da Alma...


"No fundo, bem lá no fundo do corpo, mora a alma.
Ainda não houve quem a visse,
mas todos sabem que existe.
E não só sabem que existe,
como também sabem o que lá tem dentro.
Dentro da alma, lá bem no centro,
pousado numa pata,
está um pássaro.
E o nome desse pássaro é o Pássaro da Alma.
E ele sente tudo o que nós sentimos:
Quando alguém nos magoa, o pássaro da alma agita-se para lá e para cá
em todos os sentidos dentro do nosso corpo, sofre muito.
Quando alguém nos ama,
O pássaro da alma dá pulinhos
De contente,
Para trás e para a frente,
Vai e vem.
Quando alguém nos chama,
O pássaro da alma põe-se logo à escuta da voz
A fim de reconhecer que tipo de apelo é.
Quando alguém se zanga connosco,
O pássaro da alma recolhe-se dentro de si
Tristonho e silencioso.
E quando alguém nos abraça, o pássaro da alma
Que mora no fundo, bem lá no fundo do nosso corpo,
Começa a crescer a crescer,
Até encher quase todo o espaço dentro de nós,
Tão bom é para ele o abraço.
Dentro do corpo, no fundo, bem lá no fundo, mora a alma.
Ainda não houve quem a visse,
mas todos sabem que ela existe.
E ainda nunca,
Nunca veio ao mundo alguém
Que não tivesse alma.
Porque a alma entra dentro de nós no momento em que nascemos
E não nos larga
- Nem uma só vez –
Até ao fim da nossa vida.
Como o ar que o homem respira
Desde a hora em que nasce
Até à hora em que morre.
Decerto querem também saber de que é feito o pássaro da alma.
Ah, isso é mesmo muito fácil :
É feito de gavetas e mais gavetas.
Mas não podemos abrir as gavetas de qualquer maneira,
Pois cada uma delas tem uma chave para ela só!
E o pássaro da alma
É o único capaz de abrir as gavetas dele.
Como ?
Pois isso também é muito simples :
Com a segunda pata.
O pássaro da alma está pousado numa pata,
E com a outra – que em descanso está dobrada sob a barriga –
Roda a chave da gaveta que quer abrir,
Puxa pelo puxador, e tudo o que está dentro dela
Sai em liberdade para dentro do corpo.
E como tudo o que sentimos tem uma gaveta,
O pássaro da alma tem imensas gavetas.
A gaveta da alegria e a gaveta da tristeza.
A gaveta da inveja e a gaveta da esperança.
A gaveta da desilusão e a gaveta do desespero.
A gaveta da paciência e a gaveta do desassossego.
E mais a gaveta do ódio, a gaveta da cólera e a gaveta do mimo.
A gaveta da preguiça e a gaveta do vazio.
E a gaveta dos segredos mais escondidos,
Uma gaveta que quase nunca abrimos.
E há mais gavetas.
Vocês podem juntar todas as que quiserem.
Às vezes uma pessoa pode escolher e indicar ao pássaro
As chaves a rodar e as gavetas a abrir.
E outras vezes é o pássaro quem decide.
Por exemplo: a pessoa quer estar calada e diz ao pássaro para abrir
A gaveta do silêncio. Mas ele, por auto-recriação,
Abre-lhe a gaveta da fala,
E ela desata a falar, a falar sem querer.
Outro exemplo: a pessoa quer escutar pacientemente
- E em vez disso ele abre-lhe a gaveta do desassossego
Que faz com que ela se enerve.
E acontece que a pessoa tenha ciúmes sem qualquer motivo.
E que estrague justamente quando mais quer ajudar.
Porque o pássaro da alma nem sempre é disciplinado
E às vezes dá-lhe trabalhos...
Agora já compreendemos que cada homem é diferente do seu semelhante
Por causa do pássaro da alma que tem dentro de si.
O pássaro que em certas manhãs abre a gaveta da alegria,
E a alegria jorra para dentro do corpo
E o dono dele fica feliz.
E quando o pássaro lhe abre
A gaveta da raiva,
A raiva escorre de dentro dela e
Domina-o totalmente.
E até que o pássaro volte a fechar a gaveta
Ele não pára
De se zangar.
E quando o pássaro está de mau humor
abre gavetas que dão mal-estar.
E quando o pássaro está de bom humor
escolhe gavetas que fazem bem.
E o mais importante – é escutar logo o pássaro.
Pois acontece o pássaro da alma chamar por nós, e nós não o ouvirmos.
É pena. Ele quer falar-nos de nós próprios.
Quer falar-nos dos sentimentos que estão encerrados nas gavetas dentro de nós.
Há quem o ouça muitas vezes.
Há quem o ouça raras vezes,
E há quem o ouça
Uma única vez na vida.
Por isso vale a pena
Talvez tarde pela noite, quando o silêncio nos rodeia,
Escutar o pássaro da alma que mora dentro de nós,
No fundo, lá bem no fundo do corpo. "


Michal Snunit

quinta-feira, outubro 25, 2007

REVELAÇÃO...


..."Amor verdadeiro é uma revelação.
É da natureza do verdadeiro amor ser infinito, incondicional, inesgotável. Não estar por isso dependente da forma como nos embrulhamos e comportamos para atrair alguém que, seja por que razão for, nos estimula. Nem dos malabarismos e sacrifícios que fazemos para lhe provar tudo aquilo de que somos capazes de fazer por ele. Qualquer de nós, pelo facto de ser limitado, não pode dá-lo nem perdê-lo, pela simples razão de que ninguém dá nem perde aquilo que não possui.
Um amor assim revela-se por si mesmo. Não precisa dos nossos esforços, da nossa competência, mas apenas de dois corações que, não atulhados de anseios resultantes de feridas nunca assumidas, se encontrem disponíveis para serem despertados por essa revelação."...
(Sol e Lua de Mãos Dadas de Mª José Costa Félix)

terça-feira, outubro 23, 2007

Vamos enganar o tempo...



" ...há vitórias e derrotas apontadas em silêncio
no diário imaginário onde empilhamos as razões para lutar!
Repreendo os meus fantasmas ao virar de cada esquina
por espantarem a inocência quantas vezes te odiei com medo de te amar... "

Pois é estou de volta....
Depois de muito tempo!
Para dizer a verdade já estava com saudades disto :-)
A minha vida nestes meses de ausência mudou um pouco,
mas irei contando aos poucos....
Bem espero que esteja tudo bem com todos os meus visitantes
a todos uma Beijoka e Fiquem Bem!

domingo, outubro 21, 2007

Encosta-te A Mim...


Encosta-te a mim, nós já vivemos cem mil anos
encosta-te a mim, talvez eu esteja a exagerar
encosta-te a mim, dá cabo dos teus desenganos
não queiras ver quem eu não sou, deixa-me chegar.
Chegado da guerra, fiz tudo p´ra sobreviver
em nome da terra, no fundo p´ra te merecer
recebe-me bem, não desencantes os meus passos
faz de mim o teu herói, não quero adormecer.
Tudo o que eu vi, estou a partilhar contigo
o que não vivi, hei-de inventar contigo
sei que não sei, às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem, encosta-te a mim.
Encosta-te a mim, desatinamos tantas vezes
vizinha de mim, deixa ser meu o teu quintal
recebe esta pomba que não está armadilhada
foi comprada, foi roubada, seja como for.
Eu venho do nada porque arrasei o que não quis
em nome da estrada onde só quero ser feliz
enrosca-te a mim, vai desarmar a flor queimada
vai beijar o homem-bomba, quero adormecer.
Tudo o que eu vi, estou a partilhar contigo
o que não vivi, um dia hei-de inventar contigo

sei que não sei, às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem, encosta-te a mim
(.Jorge Palma - Encosta-te A Mim )

Para o meu Amor pelos 10 anos de amor, amizade, carinho,...,
e
tudo mais que ele me oferece...
AMO-TE!!!

sexta-feira, outubro 19, 2007

EQUILÍBRIO...





EQUILÍBRIO...

do Lat. aequilibriu <>
peso s. m.,
estado de repouso, em que se acham os corpos solicitados por forças iguais e contrárias;
fig., justa medida; proporção devida;
igualdade de forças.

Bom Fim de Semana...
Fiquem Bem
BJ

quarta-feira, agosto 29, 2007

REGRESSAR...





"Nestes dias de Sol intenso e de desejo

a correr à solta pelas dunas ao luar

em que o perfume mais amado é o do teu beijo

queria eu puder partir de ti a cada madrugada

para com redobrada paixão à noite regressar..."


E pegando na última palavra,
espero em breve regressar á vossa companhia.
Por agora a minha vida parece um puzzle...
Estou cheia de saudades de visitar todos voçês
e colocar a leitura em dia
obrigado pelo vosso carinho e preocupação.
Regresso em breve!!


Beijokas e Fiquem Bem !!!

terça-feira, junho 26, 2007

PACIÊNCIA...


Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma,
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma,
A vida não pára...
E quando o tempo acelera e pede pressa
Eu recuso, faço hora e vou na valsa,
A vida é tão rara...
Enquanto todo mundo espera a cura do mal,
E a loucura finge que isso é normal,
Eu finjo ter paciência...
O mundo vai girando cada vez nais veloz,
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...
Será que é tempo que lhe falta pra perceber,
Será que temos esse tempo pra perder,
E quem quer saber?!
A vida é tão rara... tão rara...
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma,
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma,
A vida não pára...
A vida não pára nao...
Será que é tempo que lhe falta pra perceber,
Será que temos esse tempo pra perder,
E quem quer saber?!
A vida é tão rara... tão rara...
A vida é tão rara.


("Paciência" João Pedro Pais & Mafalda Veiga)

sexta-feira, junho 22, 2007

Carta de Amor lll


Luz porque quero ver-te inteira - sem névoas nem disfarces nem complicações - quando te olhar nos olhos; mistério porque quero que cresças por dentro, em silêncio, e te enchas, em segredo, daquelas riquezas que só se devem manifestar quando nos entregamos a alguém para sempre.
Enfeita-te interiormente, sobretudo. Como a flor para a qual não chegou ainda a Primavera e vai preparando recatadamente as suas cores e os seus aromas.
Demora-te no teu tempo e não permitas a pressa. E ajuda-me a não ter pressa.
Veste vestidos compridos, se puderes, e não saias curtas ou calças apertadas. Sempre me pareceu que certas formas de vestir não são senão a manifestação de um vazio interior muito grande. Algumas que vejo passar na rua fazem-me lembrar montras de talhos...
Aquela que vai para a rua mostrar as formas do seu corpo atrai os homens que procuram na mulher um corpo, e assim se torna semelhante à prostituta. E assim se desgraça e os desgraça. Assim passa de mulher a corpo de mulher, tornando-se infinitamente menor do que devia ser.
Mas eu quero que sejas do tamanho de seres mulher. Quero que sejas forte.
Porque, embora possa não parecer, sei que sou frágil. E aquela que há-de ser a mãe dos meus filhos fará a meu lado toda a aventura da vida, e será a minha força e os muros da minha cidade e o ombro para o meu cansaço.
"Virgo" era a palavra que, no meu sonho, encontrei inscrita numa pedra de umas ruínas que bem podiam ser as ruínas do mundo. Por ela me apaixonei.
Vim mais tarde a saber que significa "virgem" e já não era muito usada. Disseram-me que tem, em latim, a mesma raiz da palavra "força".


("Virgo" de Paulo Geraldo)

quinta-feira, junho 21, 2007

Carta de Amor II...


Estabeleci para a minha vida ter filhos e fazer da educação deles, da tarefa de fazer deles homens, o grande sentido do tempo que me for dado para estar aqui. Outros terão objectivos diferentes, mas foi com isto que sonhei. Quero edificar uma casa sólida que dure séculos. Nela crescerão os meus filhos e os filhos dos meus filhos... até vir a ser, com o tempo, uma bela cidade. No meu sonho, vi a miudagem correndo à beira de um ribeiro, com os olhos limpos, traquinas e alegres.
Por isso, embora sinta isto que sabes que sinto, embora sintas aquilo que sei que sentes, talvez se torne necessário dizer-te, e dizer-me, que pode não chegar o dia em que troquemos palavras de amor.
Mas esta carta pode também ser o alicerce do belo edifício que construiremos juntos e há-de permanecer para sempre.
Tens ainda tempo para vires a ser como te sonhei; tenho ainda tempo para me tornar merecedor de te ter como te sonhei.
Torna-te toda mistério e luz.
(continua...)

quarta-feira, junho 20, 2007

Meu Blog Fala de Amor...


Acho que as pessoas deveriam viver assim, distribuindo palavras amigas, trocando gestos de amizade e consideração e fazendo com que o amor se alastre pelo mundo.
As palavras são impregnadas de vibrações, por isso não devemos perder nenhuma oportunidade de manifestar bons sentimentos. Amar a Vida e Falar de Amor é sempre Bom!
Obrigado mais uma vez Moinante. Que sejas sempre Feliz na Vida e no Amor!!
E a todos os que me acompanham levem este destaque também, é mais um a partilhar com todos voçês! Beijokinhas a Todos... E fiquem Bem!

terça-feira, junho 19, 2007

Carta de Amor...

Não quero usar-te. Não tenciono ganhar experiência à tua custa. Não quero que sejas um episódio na minha vida, nem desejo estar de passagem pela tua.
Não penso que a vida seja uma brincadeira, embora se possa brincar com quase tudo. Sou ainda novo e tenho muito que descobrir, mas aprendi a amar aquilo que é sólido e permanece. Sou demasiado ambicioso para querer menos que o máximo, e não trocarei o meu sonho por ilusões, ainda que sejam doces e agradáveis.
(...continua...)

segunda-feira, junho 18, 2007

Destaque Cupido Fonte De Amor:


Mais uma partilha oferecida gentilmente pelo
a quem desde já agradeço: Muito Obrigado!
Já que estamos a falar de Amor, vou dedicar estas palavras
ao Meu Amor :
"Tenho sede de Ti...
Sinto os teus lábios a saborear a minha pele
O meu corpo perde-se nesses momentos de paixão
Por segundos sinto-me delírar nos meus pensamentos
Quero o teu corpo colado ao meu, fundindo-se, amando-se...
Tenho sede de Ti, da tua boca, do teu corpo, da tua alma...
Quero-te Muito Meu Amor"
Brisa do Mar
Da minha parte ofereço o destaque
aos blogs que me acompanham
aí do lado direito
(embora ache que alguns já foram
presenteados com este destaque).
Beijos e uma Boa Semaninha
com Muito Amor!!

domingo, junho 17, 2007

Se Tu Quiseres...

" A felicidade não está no que acontece mas
no que acontece em nós desse acontecer.
A felicidade tem que ver com o que nos falta
ou não na vida que nos calhou.
Devo dizer-te que não falta quase nada,
quase nada."
(Vergílio Ferreira, in Nome da Terra)

quinta-feira, junho 14, 2007

MUDANÇAS...


"...Eu sonhei que o mundo estava a acabar,
E isso fez-me pensar em tudo o que me resta fazer.
Lamentei tudo o que não fiz.
Vou fintar qualquer obstáculo para concretizar os meus sonhos.
Apenas tenho que virar
A minha vida de pernas para o ar,
E procurar uma casa para eu morar.
Um pequeno T2,
Onde podemos viver os dois.
Com vista para o mar e o jardim.
Um carro com tecto de abrir.
Apenas tenho que virar
A minha vida de pernas para o ar,
E procurar uma casa para eu morar.
Tenho que virar
A minha vida de pernas para o ar,
E procurar uma casa para eu morar.
Só me falta arranjar um emprego
Para poder estar contigo, só contigo!
Vou tentar encontrar.
Tenho que virar
A minha vida de pernas para o ar,
E procurar uma casa para eu morar..."



PS: Não será bem assim como a letra da música, mas ando um pouco assim,
numa nova fase da minha vida... E mais não digo! :-)

quarta-feira, junho 13, 2007

OBRIGADA SONY !




Só nos conhecemos à uns meses aqui neste pequeno mundo, mas houve afinidades e empatia entre nós. Ela chama-se Sony e tem uma energia hiper, mega positiva e é uma querida.
Fui mimada por ela com este prémio e como também gosto de mimar vou escolher 3 blogs para darem continuidade ao mesmo se assim o desejarem. Aqui vão os nomeados:


Dadivadavida (minha mana querida)
laramablog (talvez o 1ºBlog onde deixei os meus comentários)
Secreta (também uma nova amiga virtual :)

Sony um beijo grande...

Tudo de bom!

terça-feira, junho 12, 2007

O QUE O VENTO NÃO LEVA...


"No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento..."


(Mário Quintana)

sexta-feira, junho 08, 2007

É URGENTE O AMOR...

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.
É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.
É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.
Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.


( Eugénio de Andrade )
Um doce Fim de Semana para todos...
Beijokas

terça-feira, junho 05, 2007

7 COISAS...

Fui desafiada pela Sony, a quem deixo um bj, para responder ao questionário que se segue:

7 Coisas que faço bem:
  • tratar das minhas meninas;
  • ouvir os outros;
  • mimar os que amo;
  • lides domésticas;
  • cozinhar;
  • ser amiga dos meus amigos,
  • ser solidária;

7 Coisas que não faço bem:

  • mentir;
  • trair;
  • ser falsa;
  • ser egoísta,
  • ter calma em situações de crise;
  • segurar as lágrimas;
  • usar saltos altos;

7 Coisas que digo frequentemente:

  • olá;
  • obrigado;
  • fica bem!;
  • estás bem?;
  • os nomes das filhas;
  • novidades?
  • amo-te!;

7 Coisas que me atraem no sexo oposto:

  • sinceridade;
  • humildade;
  • compreensão;
  • lealdade;
  • saber estar;
  • saber ouvir;
  • o carácter;

7 Actores/actrizes que admiro:

  • Anthony Hopkins;
  • Richard Gere;
  • Jodie Foster;
  • Angelina Jolie;
  • Jonh Travolta;
  • Rui de Carvalho;
  • Eunice Munhoz;

Não vou desafiar ninguém em especial, mas se quiserem, respondam também...

Boa Semana para todos e Fiquem Bem!!!

sábado, junho 02, 2007

PARABÉNS MEU AMOR...


Ser feliz é procurar alcançar o melhor...
Lembra-te sempre que a felicidade está
em acreditar nos sonhos
e procurar que sejam uma realidade.
Que cada dia seja um sonho que possa ser tocado...
Que cada dia seja um sonho que possa sentir-se...
Que cada dia seja uma razão para viver !!!
Que eu possa passar todos os dias da minha vida contigo.
Parabéns Amor...