SEJA BEM-VINDO AO MEU MAR DE EMOÇÕES...

segunda-feira, dezembro 10, 2007

Estranho Jeito de Amar...


"...Quanta bobagem
Tudo o que se falou
Me olho no espelho
E já nem sei mais quem sou
Quanto talento
Pra discutir em vão
Será tão frágil
Nossa ligação
Não tem que ser assim
Tanto desencontro, mágoa e dor
Pra que que a gente tem que
Se arriscar
Então volta pra mim
Deixa o tempo curar
Esse estranho jeito de amar
Falsas promessas
Erros tão banais
Mas ninguém cede
Nem pensa em voltar atrás
Não tem que ser assim
Tanto desencontro, mágoa e dor
Pra que que a gente tem que
Se arriscar
Então volta pra mim
Deixa o tempo curar
Esse estranho jeito de amar
Esquece esse jogo
Não há vencedor
O mesmo roteiro
De sempre cansou
Vou te amando
E me frustrando
E sobrevivendo
Por um fio
Mas tô aqui
Sem desistir
Volta pra mim..."
(Sandy e Júnior)

3 comentários:

Amaral disse...

Poema bonito e com muita verdade no meio, né?...
O tal estranho jeito de amar não pode ter vencido e vencedor, por mais estranho que ele seja...
Amar não implica condição. Então, nada de promessas, nem preconceitos nem erros contados!
"Deixa o tempo curar" e joga o jogo do amar!...

Anónimo disse...

Obrigado meu amor pela dedicatória do post seguinte.
AMO-TE MUITO
ZLL

Menina do Rio disse...

"Não tem que ser assim
Tanto desencontro, mágoa e dor..."

Um beijo