SEJA BEM-VINDO AO MEU MAR DE EMOÇÕES...

quinta-feira, dezembro 27, 2007

AS QUATRO VELAS...


As quatro velas queimavam lentamente.
O ambiente estava tão silencioso que se podia ouvir o diálogo que mantinham.
A primeira disse: - eu sou a Paz!
Apesar de minha luz as pessoas não
Conseguem manter-me. Acho que vou me apagar.
E, diminuindo seu fogo bem rápido, se apagou totalmente.
Disse a segunda:- eu me chamo Fé!
Infelizmente sou muito supérflua. As pessoas não querem saber de Deus.
Não há nenhum sentido em permanecer acesa.
Ao terminar de falar, um vento passou, levemente, sobre ela e a apagou.
Rápida e triste a terceira vela se manifestou: - eu sou o Amor!
Não tenho forças para continuar acesa.
As pessoas me deixam de lado e não percebem o peso disto.
Se esquecem até daqueles que estão tão perto e as amam.
E, sem esperar, se apagou.
De repente...
Entrou uma criança e viu as três velas apagadas.
- O que é isto? Vocês deviam queimar-se e estarem acesas até o fim. E, dizendo isto, começou a chorar.
Então a quarta vela falou:- não tenhas medo menino,
enquanto eu tiver fogo podemos acender as outras velas,
Eu sou a Esperança!!
O menino com os olhos brilhantes, pegou a vela que restava...
E acendeu todas as outras...


QUE A VELA DA ESPERANÇA NUNCA SE APAGUE DENTRO DE NÓS...
“Milhares de velas podem ser acesas de uma única vela e a vida da vela não será encurtada. Felicidade nunca diminui ao ser compartilhada”
(Buda)


UM BOM ANO PARA TODOS!!

5 comentários:

O Profeta disse...

Olhos abertos de espanto
A esperança renovada
Há um novo ano que anuncia
Os passos da felicidade na sua chegada

E porque gosto de ti
Companheira de viagem
Que a minha companhia
Não seja uma miragem

E porque tocaste o profeta
Com a delicadeza da tua terna mão
No abrir das minhas portas
Ilumino teu coração


Um mágico 2008


Um beijo da luz

lua prateada disse...

Minha lua desceu
Veio visitar seu povo
Ela veio desejar-te
Um Feliz ANO-NOVO!!!

A ti ela deseja
Saúde, paz e amor
Ao mundo...
Que cesse a dor!...

Beijinho prateado com carinho
SOL

Um Momento disse...

Linda esta história que me acompanha ao longo dos tempos:)))
Que a Luz se mantenha acesa nos nossos corações!!!
Um Feliz 2008 te desejo e aos teus com tudo de muito bom!!!

Beijo com carinho

(*)

Amaral disse...

Entendemos e sentimos Buda!
A tua história tem o brilho da alegria deixada de presente em todo aquele que a lê.
A Esperança é a vela que faz a Vida vibrar no eterno de Si.
A partir Dela tudo é possível acontecer... no real, no irreal, na magia do que é possível conceber...
Um ano de 2008 com tudo aquilo que desejares!!!

Eduardo Santos disse...

Olá amiga. É um prazer voltar a este cantinho. Quanto à poesia, era mesmo para partilhar. Fiquei satisfeito que tenhas gostado e feliz por a haveres publicado, muito me honra.
A história das velas comoveu-me. Quando é necessário a esperança suportar tudo o resto, algo vai mal.É o AMOR que deverá permitir-nos alcançar tudo, mas se tal não for possível, então que seja a esperança. Um Ano muito feliz para ti e todos os teus. Deixo um pequeno poema na despedida.
Fruto do Amor eu nasci
Na Fé me ensinaram a viver
Que a Paz seja perene em ti
E no coração de todo o ser
Na Esperança poderás agasalhar
O Amor de uma vida inteira
Na Paz que puderes alcançar
Dela farás a sementeira
Até sempre.