SEJA BEM-VINDO AO MEU MAR DE EMOÇÕES...

segunda-feira, abril 23, 2007

SINCERIDADE...


Se uma pessoa diz a outra que a ama,
a própria linguagem supõe a expressão "para sempre".
Não tem sentido dizer:
- Amo-te, mas provavelmente só durará uns meses,
ou uns anos, desde que continues a ser simpática e agradável,
ou eu não encontre outra melhor, ou não fiques feia com a idade.
Um "amo-te" que implica "só por algum tempo"
não é um amor verdadeiro.
É antes um "gosto de ti, agradas-me , sinto-me bem contigo,
mas de modo algum estou disposto a entregar-me inteiramente,
nem a entregar-te a minha vida".
(M. Santamaría Garai)

2 comentários:

o alquimista disse...

Manhã submersa de palavras
Lava ardente nevoeiro
Uma nuvem que ameaça
Transfomar-se em aguaceiro...


A magia da atlântida dança no sul da ilha, saudade,
Transforma azul hortência
Em diamante de luz, que em meu peito arde


Mágico beijo

Amaral disse...

O amor, sob condições, não é um Amor que perdure.
Amar alguém implica a certeza, a entrega, a sinceridade, a dignidade, o bem-estar interior.
Mas amar não pode obrigar a um relacionamento "para sempre".
Amar é verdade, tolerãncia e engrandecimento de cada pessoa.
Uma relação condicionada por regras, imposições ou dependências, só pode conduzir ao fracasso...