SEJA BEM-VINDO AO MEU MAR DE EMOÇÕES...

quarta-feira, março 12, 2008

BEBIDO O LUAR...


Bebido o luar, ébrios de horizontes,
Julgamos que viver era abraçar
O rumor dos pinhais, o azul dos montes
E todos os jardins verdes do mar.

Mas solitários somos e passamos,
Não são nossos os frutos nem as flores,
O céu e o mar apagam-se exteriores
E tornam-se os fantasmas que sonhamos.

Por que jardins que nós não colheremos,
Límpidos nas auroras a nascer,
Por que o céu e o mar se não seremos
Nunca os deuses capazes de os viver.



Sophia de Mello Breyner Andresen

5 comentários:

O das Caldas disse...

Bom momento poético.
2 beijos

Menina do Rio disse...

Somos, passamos e seremos!
Bebi cada palavra...

Um beijo

Amaral disse...

Uma lufada de ar fresco na poesia de Sophia Mello Breyner...
... e a Brisa do Mar é sempre benvinda!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida amiga... Votos de uma Santa Páscoa... Beijinhos de carinho...
Fernandinha

Amaral disse...

Uma Páscoa santa e feliz!
E muitas guloseimas que inventem muitos outros doces momentos..